terça-feira, 3 de dezembro de 2019

Campos terá novo Black Friday nesta sexta

Quem não aproveitou a oportunidade na Black Friday em Campos tem nova chance na próxima sexta-feira e no sábado. Muitas lojas que não conseguiram desovar seus estoques em promoção repetem as ofertas e descontos especiais. O movimento de vendas esteve abaixo das expectativas, segundo o presidente da Associação Comercial e Industrial de Campos (Acic), Leonardo Castro de Abreu. “Por conta disso, muitos empresários decidiram prorrogar as promoções até a próxima sexta-feira (6), visando atrair a atenção do consumidor, principalmente os aposentados e pensionistas da prefeitura de Campos e dos servidores do Estado que começam a receber o salário de novembro a partir desta segunda-feira (2)”, disse.

Segundo ainda Leonardo, “outros comerciantes, visando aumentar as vendas, pensam em realizar promoções para aquecer as vendas para o Natal, de olho nos trabalhadores da iniciativa privada que recebem a segunda parcela do 13º salário até o dia 20”.

No mesmo tom, o presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Campos (CDL), Orlando Portugal, disse que as vendas deste ano não superaram a da Black Friday de 2018. “Ainda não fizemos um levantamento, mas as avaliações preliminares do comércio lojista apontam para um movimento que não chegou a superar as vendas do ano passado. O consumidor, diante da crise, está muito conservador, mais consciente e com medo de se endividar”, analisou.

Já o presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Campos, Roberto Viana, disse que as vendas ajudaram a salvar o mês para muitos comerciantes. “Para muitos, o movimento ajudou a salvar o mês, esteve dentro do previsto. Não deu para resolver o problema do comércio, mas pelo menos serviu para amenizar. Minha preocupação é que a Black Friday pode diminuir as vendas de dezembro porque quem aproveitou para comprar agora não vai comprar lá na frente. Mas a Black Friday foi válida. O comerciante que não participar pode sair perdendo porque é uma realidade que caiu no gosto do consumidor”, avaliou. Fonte: Fmanha 

Nenhum comentário:

Postar um comentário