quarta-feira, 16 de outubro de 2019

Petroleiros podem entrar em greve no próximo dia 26


O Sindipetro-NF consolidou na noite do último domingo (13) os resultados das assembleias da região que avaliam os indicativos da entidade sobre a Campanha Reivindicatória realizadas até o momento. Em assembleias em todos os aeroportos, com troca de turma, petroleiros e petroleiras do Norte Fluminense puderam escolher com liberdade se aceitam ou não a proposta da mediação do TST e, apesar de todo o terrorismo da empresa e do TST, aprovando também o início da greve para o dia 26/10.

Durante as assembleias, muitos trabalhadores e trabalhadoras, em razão do assédio e do terror da Petrobrás, manifestaram preocupação com a possibilidade de encerramento das garantias dos direitos previstos no ACT. No entendimento da assessoria jurídica do Sindipetro-NF e da FUP, a Petrobrás não pode reduzir direitos de modo unilateral.

Importante ressaltar que a categoria petroleira já votou em outras rodadas de votação a continuidade da negociação, porém a intransigência da Petrobrás faz com que seja necessária uma grande greve para demonstrar a insatisfação perante a retirada de direitos. Fonte: Campos24Horas

Nenhum comentário:

Postar um comentário