quinta-feira, 15 de agosto de 2019

De olho na sucessão de Bolsonaro, Witzel tem agenda de campanha eleitoral

 Witzel (primeiro à esquerda) com o vice Cláudio Castro e secretários
O governador do Rio, Wilson Witzel (PSC), não esconde de mais ninguém: quer ser eleito presidente da República, em 2022. E tem levado a sério o ambicioso projeto. A agenda diária de governo é similar a de um candidato em plena campanha eleitoral que quer voos mais altos no poder. Só nos últimos quatro dias, Witzel inaugurou três... pedras fundamentais! Na lista, estão uma UPA, em Barra do Piraí; um campus universitário e uma arena de vôlei de praia, ambos em Miguel Pereira. Nenhum sequer saiu do papel. Em dois meses, houve ainda lançamento de obras, entrega de viaturas e formaturas de militares, entre outros.

AJUDA PARA PRÉ-CANDIDATOS A PREFEITO

Nos eventos, Witzel tem tudo o que um candidato precisa: palanque, políticos aliados e seus secretários estaduais. Além, claro, da estrutura disponível a que tem direito como chefe do Executivo. Nesta terça-feira, até o presidente da Alerj, André Ceciliano (PT), esteve na inauguração de uma Faetec, em Japeri, junto com os deputados Gustavo Schmidt e Alana Passos, ambos do PSL de Jair Bolsonaro. Pré-candidatos a prefeito em 2020, com apoio de Witzel nas cidades, também participam das agendas. Procurado, o governador não quis se pronunciar. Fonte: ODia

Nenhum comentário:

Postar um comentário