domingo, 22 de setembro de 2019

sexta-feira, 20 de setembro de 2019

Preço da gasolina sobe em 3,5% e do diesel em 4,2%

O reajuste nos preços da gasolina e do óleo diesel passam a valer nesta quinta-feira (19) nas vendas de refinarias para distribuidoras. O litro da gasolina foi reajustado em 3,5% e o do diesel, em 4,2%. Para o consumidor final, porém, sobre esses valores, serão acrescidos encargos tributários e trabalhistas e as margens de lucro dos postos de combustíveis.

Na última segunda-feira (16), a Petrobras divulgou nota sobre o bombardeio de refinarias na Arábia Saudita, responsável pela produção de 5% do petróleo mundial, o que gerou uma imediata elevação dos preços dos combustíveis no mundo. A estatal informou, na ocasião, que continuaria monitorando os preços do petróleo e não faria um ajuste de forma imediata.

O último reajuste da gasolina no Brasil havia sido em 5 de setembro e o do diesel, em 13 de setembro. Em sua página na internet, a Petrobras explica como funcionam o mecanismo e as decisões de formação de preços dos combustíveis por ela vendidos.

Segundo a companhia, a gasolina e o diesel vendidos às distribuidoras são diferentes dos produtos no posto de combustíveis. São os combustíveis tipo A: gasolina antes da sua combinação com o etanol e diesel sem adição de biodiesel. “Os produtos vendidos nas bombas ao consumidor final são formados a partir do tipo A misturados a biocombustíveis."


segunda-feira, 16 de setembro de 2019

Operação especial na BR-101 Norte para obras em ponte próxima à divisa RJ/ES

Os usuários que trafegam pela região de Campos dos Goytacazes da BR-101 RJ/Norte devem redobrar a atenção às sinalizações no km 12+270, no distrito de Santa Maria. Na próxima segunda-feira (16), a Arteris Fluminense realizará uma operação especial para o içamento de vigas pré-moldadas para a nova ponte sobre o Córrego Olaria, próxima à divisa dos estados do Rio de Janeiro e Espírito Santo, que passa por obras de ampliação e reconstrução. Cerca de cinco mil veículos passam por este trecho diariamente.

A operação especial segue estritamente critérios técnicos e foi planejada visando a segurança dos usuários e causar o menor impacto no tráfego local. 

Por conta do posicionamento de dois guindastes e do içamento de três vigas pré-moldadas, cada uma pesando 18 toneladas, a operação especial prevê bloqueios intermitentes de ambos os sentidos da pista, a partir das 9h, com tempo máximo de 25 minutos de duração cada, e término previsto às 16h.

Após a conclusão da obra de ampliação e reconstrução, prevista para o mês de dezembro deste ano, a ponte passará a contar com 20 metros de comprimento – 55% maior que o comprimento anterior – ampliando a vazão no leito do Córrego Olaria, além de contar com acostamento e passeio para pedestres. A nova estrutura também estará adequada para o atual peso máximo permitido para a rodovia.

Atenção à sinalização

Após o término da operação especial para o içamento das vigas, o tráfego sobre a ponte permanecerá funcionando com sinalização semafórica em sistema de pare e siga. Por conta das obras, a concessionária informa também que permanece a restrição de tráfego para veículos de carga com mais de 3,4 metros de largura. Painéis de mensagens informam a intervenção aos usuários. A Concessionária recomenda atenção redobrada às sinalizações no trecho. Fonte: Ascom  Arteris

domingo, 15 de setembro de 2019