segunda-feira, 24 de setembro de 2018

Will é lançado: Alunas do IFF de Campos criam robô social

Duas alunas do Curso de Engenharia de Controle e Automação do campus Centro do Instituto Federal Fluminense (IFF), em Campos, fizeram uma nova produção através da tecnologia que impressionou os estudantes e professores de outras áreas da instituição, e que chamou a atenção até mesmo dos diretores do colégio. A invenção foi um robô, em forma de urso, que interage com as crianças que passam por tratamento médico. Com voz infantilizada, o boneco faz perguntas simples e estimula os pacientes a responderem os questionamentos. Ele pode facilitar o diálogo entre um profissional de saúde e o paciente. Com forma envolvente e amistosa, o robô apresenta comandos remotos, além de comunicação de áudio e vídeo.
Anna Carolline e Mayra junto ao Will

Batizado como Will, o projeto foi apresentado no final da tarde da última terça-feira (18), no Auditório Reginaldo Rangel, no campus Centro. Ele foi um sucesso entre o público que parabenizou as estudantes que montaram o objeto durante a construção do Trabalho de Conclusão de Curso (TCC). A boca, cabeça e os braços do urso se mexem, e os movimentos das pessoas podem ser reproduzidos por ele. A voz dele pode ser a de um profissional de psicologia que tem o objetivo de se comunicar com uma criança traumatizada ou que apresenta algum problema médico. A montagem aconteceu no Polo de Inovação de Campos e as peças foram construídas com tecnologia de impressão 3D. A idealização e a criação foram realizadas pelas jovens Anna Carolline Pessoa de Mello Bitão e Mayra Mota Medeiros.

As estudantes contaram como surgiu a ideia de montar o robô.

Ursinho auxilia a comunicação da criança — Desde quando começamos a pensar no tema do projeto final, nós tínhamos certeza que queríamos algo ligado à saúde; à tecnologia assistiva. Precisávamos pensar em algo que pudesse ser feito com os laboratórios que o IFF e o Polo de Inovação nos ofereciam. Depois de pesquisarmos, junto com nosso orientador, chegamos ao conceito de robô social, que tem sido usado como ferramenta de estímulo de comunicação de crianças em muitos países e já existem muitos projetos e pesquisas na área. Outro objetivo nosso era criar algo mais acessível financeiramente. Quando abraçamos a ideia de fazer o Will, pensamos em fazer algo que pudesse ajudar alguém. Queríamos fazer algo que impactasse diretamente na vida das pessoas. Isso que nos impulsionou a realizar esse projeto — afirmaram. Fonte: Fmanha

Nenhum comentário:

Postar um comentário