segunda-feira, 23 de julho de 2018

Parque Eólico de Gargaú recebe carregamento de pás eólicas para geração de energia

Na próxima quarta-feira (25/07) o Parque Eólico de Gargaú, litoral de São Francisco de Itabapoana, no Norte Fluminense, estará recebendo três pás eólicas para geração de energia. Segundo a assessoria do parque, serão substituídas três pás em cada aerogerador.

O carregamento, que veio na embarcação BBC Gdansk, vinda do Porto de Cabedelo, na Paraíba, atracou no terminal Portuário do Açu, em São João da Barra, no primeiro fim de semana de julho, quando foram descarregadas as três pás eólicas de origem dinamarquesa, de 40 metros de cumprimento e 9 toneladas cada. O material será transportado através de carretas especiais para o Parque Eólico de Gargaú.
Devido à chegada do carregando, já que parte do percurso será feito em rodovias federais, a assessoria informou que todas as operações do parque estão em conformidade com os padrões de segurança estabelecidos pela legislação brasileira. O transporte das hélices seguem as normas dos órgãos e instituições responsáveis.

PÁS EÓLICAS
De acordo com a assessoria, tendo em vista que a vida útil deste componente é maior que 30 anos, ou seja, trabalharão durante toda a fase operacional do projeto, não há uma previsão de troca. “O evento atual trata-se de uma manutenção pontual e deverá acontecer até o dia 30 de julho”, disse a assessoria.

A assessoria informou desde que o Parque Eólico entrou em funcionamento, em 26 de outubro de 2010, a energia gerada, até 30 de junho deste ano, foi de 528.276 MWh. Esta energia vai para o Sistema Interligado Nacional, onde é transmitida para o subsistema Sudeste.

Não há previsão de ampliação e a capacidade instalada pelo Parque Eólico de Gargaú é de 28,05 MW.

BENEFÍCIOS DA ENERGIA EÓLICA
A energia eólica é produzida a partir do vento, que movimenta hélices instaladas em torres que, por sua vez, acionam um gerador e produzem a corrente elétrica. Vários mecanismos como esse são ligados a uma central de transmissão de energia formando um parque eólico. A quantidade de energia produzida por cada turbina varia de acordo com o tamanho das suas hélices e o regime de ventos na região onde está instalada. Os principais benefícios da energia eólica são: a fonte da energia eólica é inesgotável, a produção de energia eólica não gera resíduos e nem emite gases poluentes, diminui a emissão de gases de efeito de estufa (GEE) e necessita uma área bastante reduzida para a instalação dos aerogeradores.

O Brasil está entre os países de maior geração eólica e com o maior fator de capacidade do mundo. Segundo o Ministério das Minas e Energia, em 2015, de 4% a 5% da matriz energética brasileira é composta por fonte eólica, assim como 35% dos projetos de geração em construção. Fonte: Redação

Nenhum comentário:

Postar um comentário