terça-feira, 19 de setembro de 2017

CBF quer árbitro de vídeo já na próxima rodada do Brasileirão

O gol de mão do corintiano Jô contra o Vasco no jogo do ultimo domingo (17-09), que gerou descontentamentos e críticas foi a gota d´água para que o Campeonato Brasileiro de Futebol adotasse o recurso de árbitro de vídeo, já a partir, da próxima rodada. 
Jô faz gol de mão (Foto: Reprodução)
A informação foi anunciada pelo chefe da Comissão Nacional de Arbitragem da CBF (Confederação Brasileira de Futebol)  coronel Marcos Marinho. A própria CBF vinha prorrogando esse tipo de recurso com discurso do alto investimento que o órgão teria para operacional.

O Regulamento Geral de Competições da CBF prevê o uso de árbitro de vídeo, mas não há obrigatoriedade do uso em todas as rodadas ou todas as partidas do mesmo torneio.

Na verdade, já passou da hora do recurso de vídeo ser utilizado no Brasil. Possa ser que o futebol perca um pouco da sua essencia, mas por outro lado, clubes com seus altos investimentos que estavam sendo prejudicados com os incidentes não marcados ou não vistos pela arbitragem, terão por meio da tecnologia a justiça feita na certeza do lance.

Acredito que o futebol brasileiro ganha por se modernizar e por dar igualdade aos clubes quando a capacidade humana não for capaz de discernir o certo do errado, já que mutia coisa está em jogo alem do resultado da partida, que são os investimentos e toda cadeia comercial por trás de uma competição e, conseqüentemente, de um jogo de futebol. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário