quarta-feira, 23 de agosto de 2017

Prefeito e vice de Duque de Caxias têm diplomas cassados

Washington Reis
O Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro (TRE- RJ) cassou os diplomas do prefeito e do vice-prefeito de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, em sessão plenária realizada na noite de segunda-feira (21). Washington Reis (PMDB) e Marcos Elias Moreira (PRP) foram condenados por crime ambiental pelo Supremo Tribunal Federal (STF). Com isso, Reis foi enquadrado na Lei da Ficha Limpa, que exige que candidatos não tenham condenação em nenhum órgão colegiado.

De acordo com a decisão do Tribunal Regional, Reis e Moreira só deverão se afastar dos cargos após o trânsito em julgado ou a apreciação de um eventual recurso no tribunal.

Através de nota, a Prefeitura de Duque de Caxias informou que o prefeito Washington Reis lamenta profundamente, considera injusta a decisão e que vai recorrer da decisão. Ainda cabem recursos no processo, inclusive junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Em dezembro de 2016, quando exercia o mandato de deputado federal, Reis foi condenado a sete anos e dois meses de prisão em regime semiaberto por crime ambiental, além de pagamento de multa de 67 salários mínimos.

Os cinco ministros do colegiado, por unanimidade, consideraram irregular a divisão de terrenos vendidos ao deputado para a construção de um loteamento em Xerém, na Baixada Fluminense, no entorno da Reserva do Tinguá.

As obras foram iniciadas em 2003 e incluíram corte de vegetação em encostas e área de preservação permanente e a terraplanagem em beira de rio, desviando o curso da água, de acordo com a denúncia apresentada pelo Ministério Público Federal (MPF). (S.M.) (A.N.)

Nenhum comentário:

Postar um comentário