terça-feira, 4 de julho de 2017

Vitamina D: tomar sol de meio-dia ajuda a evitar câncer, diz pesquisa

Tomar sol ao meio-dia ajuda a evitar câncer. É isso mesmo que você leu. Uma pesquisa da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), desenvolvida no campus de Alegre, na Região do Caparaó, apontou que o sol no horário mais forte do dia é o ideal para a absorção de vitamina D pelo organismo, o que ajudaria a prevenir várias doenças, entre elas o câncer.

Exposição ao solVocê, que sempre ouviu que o melhor horário para tomar sol é entre 8h e 10h, deve estar se perguntando: mas não seria justamente o contrário disso? Ou seja, se expor ao sol na hora mais quente não contribuiria para o risco de câncer de pele?

Não necessariamente. “Estamos falando de pequenas quantidades de sol, diariamente. Não é para torrar no sol”, dispara Adriana Madeira Álvares da Silva, professora do departamento de Biologia da Ufes e doutora em genética do câncer pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp).

Tempo - Adriana explica: “Ao se expor ao sol de meio-dia, precisaria de menos tempo, de 15 a 45 minutos, dependendo do tom da pele, para formar a pró-vitamina D. Claro que ela pode tomar sol às 9h, 10h, mas aí precisará ficar um tempo maior de exposição. Tem que tomar sol até aparecerem umas rodelas vermelhas na pele. Isso não vai causar câncer, pelo contrário, vai deixar a pele mais resistente, menos propensa ao câncer de pele”.

De acordo com a pesquisadora, o certo é deixar à mostra a maior parte do corpo possível, como as costas ou as pernas, mas protegendo rosto e colo. “Orientamos assim: a pessoa acabou de almoçar deve se sentar numa cadeira sob o sol, com as pernas ou as costas à mostra. São lugares muito pouco predispostos a câncer de pele”, pontua ela.Fonte: AGazeta

Nenhum comentário:

Postar um comentário