terça-feira, 25 de julho de 2017

Prefeito no ES reduz o próprio salário, o do vice e de comissionados

O prefeito de Marataízes, Robertino Batista da Silva (PRP), decidiu reduzir seu salário em 10% para conter despesas e não ultrapassar a Lei de Responsabilidade Fiscal. O anúncio foi divulgado em decreto no Diário Oficial do município na última quinta-feira (20). Além de seu vencimento, ele determinou a redução do mesmo percentual para os salários do vice, secretários e comissionados.

Prédio da Prefeitura de MarataízesSegundo o documento, o prefeito justifica a medida como ‘saneadora para a contenção de despesas do Poder Executivo de Marataízes com vistas à recuperação do limite legal imposto para o gasto total com pessoal no último quadrimestre de 2017, fixado em 54% da receita líquida corrente do município’.

A medida deve vigorar por um período de até 90 dias. Robertino Batista da Silva recebe atualmente, segundo o Portal da Transparência, salário bruto de R$ 18 mil.

“Diante da crise a administração municipal tomou a decisão de cortar alguns benefícios dos servidores efetivos como: diárias, horas extras, gratificações e outros, não seria justo só os funcionários efetivos pagarem o preço da crise, mas para que fosse feito justiça, o prefeito, vice-prefeito, secretários e demais comissionados contribuíssem para o ajuste necessário neste momento”, disse o prefeito.

Ainda segundo o prefeito, se não houver uma recuperação da receita em 90 dias, essa medida poderá ser prorrogada. gazetaonline

Nenhum comentário:

Postar um comentário