terça-feira, 20 de junho de 2017

Reitor da Uenf denuncia falta de compromisso por parte do governo do Estado

Com uma dívida acumulada em mais de R$ 20 milhões (valor esse que diz respeito apenas aos terceirizados – limpeza, portaria, jardinagem e manutenção – que são os únicos que ainda estão funcionando, já que os outros fornecedores não estão mais fornecendo para a universidade desde o começo de 2016), os problemas enfrentados pela Universidade Estadual do Norte Fluminense (Uenf) Darcy Ribeiro, parecem está longe do fim. Nesta segunda-feira (19/06) o reitor da instituição, Luis Passoni e todo o corpo acadêmico, convocou uma coletiva de imprensa para denunciar a falta de compromisso do governo do Estado para com os servidores da universidade, que além do 13° atrasado ainda estão sem os salários de abril e maio.
Resultado de imagem para uenf
No último dia 05, o governador do Estado do Rio de Janeiro, Luis Fernando Pezão, se comprometeu a pagar os servidores da Uenf e das demais universidades estaduais do estado. A contrapartida apresentada por ele foi a aprovação do Plano de Recuperação Fiscal que tramita no Congresso Nacional e, caso fosse aprovado um pacote de cinco medidas encaminhadas pelo executivo à Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj). Tanto em Brasília, quanto no Estado foram aprovadas todas as medidas, mas mesmo assim, Pezão não cumpriu com o que havia prometido.

O reitor falou que diante da calamidade enfrentada pela Uenf, toda a comunidade interna da universidade tem lutado muito para que a instituição continue funcionando, inclusive, buscando alternativas para contornar todas as dificuldades que tem se apresentado no caminho. No entanto, segundo Passoni, a universidade não tem conseguido fazer com que o governo do Estado compreenda a importância da Uenf, da educação e recupere o nível de financiamento que a instituição já teve. fonte: ururau



Nenhum comentário:

Postar um comentário