segunda-feira, 12 de junho de 2017

Pedra capixaba vira artigo de luxo em Dubai

Aeroportos, shoppings, tribunais de Justiça e até universidade. Os mármores e granitos capixabas ornamentam cada vez mais os luxuosos edifícios de países do Oriente Médio, para onde as vendas de rochas registram, a cada ano, incremento. Se atualmente Dubai, a maior cidade dos Emirados Árabes Unidos, concentra a maior parte dos projetos onde estão as pedras do Espírito Santo na região, a cada ano negócios com Turquia, Paquistão, Egito, Arábia Saudita e com os próprios Emirados Árabes cresce.
Piso do aeroporto de Dubai foi construído com rochas extraídas no Estado
Em Dubai, as rochas ornamentais do Estado podem ser vistas no aeroporto internacional da cidade, no Shopping Dubai, na unidade de Harvard na cidade e em três tribunais de Justiça.
Além disso, na ampliação do Aeroporto de Abu Dhabi, também nos Emirados Árabes, e no novo Aeroporto de Istambul, na Turquia, que será o maior terminal de passageiros do mundo, empresas capixabas já venderam pedras para revestir as obras. Outro local onde haverá rochas capixabas no Oriente Médio é no shopping Iran Mall, no Irã. Estas obras ficam prontas entre 2017 e 2018.

Somente para a Turquia, as vendas de rochas ornamentais cresceram mais de 200% em 2017. Egito e Emirados Árabes, registraram um aumento de 226% e 125%, respectivamente, segundo dados do Centro Brasileiro dos Exportadores de Rochas Ornamentais (Centrorochas). Os EUA ainda são o principal comprador de rochas - de janeiro a abril deste ano, os americanos importaram US$ 222,4 milhões em rochas ornamentais.

“Sempre tivemos os EUA como carro-chefe, mas temos trabalhado novos mercados principalmente no Oriente Médio. São países que têm uma estabilidade econômica e uma riqueza grande em função de serem produtores de petróleo. Além disso, obras luxuosas e requintadas estão naquela região”, explica a superintendente do Centrorochas, Olívia Tirello. Fonte: GazetaOnLine

Nenhum comentário:

Postar um comentário