terça-feira, 6 de junho de 2017

Correios começam a vender chips de celular no Rio de Janeiro

A partir desta segunda-feira (05/06), 116 agências dos Correios no Rio de Janeiro, começam a vender chips pré-pagos de telefonia celular. A venda está disponível apenas nas regiões do estado que utilizam o código de discagem direta à distância DDD 21. O Correios Celular já foi implantado este ano em São Paulo e no Distrito Federal.

A autorização para que os Correios ofereçam o serviço de telefonia móvel virtual, chamado MVNO (Mobile Virtual Network Operator, ou operadora móvel com rede virtual, em tradução livre), foi dada em maio de 2014. O edital para selecionar a operadora parceira foi lançado em janeiro do ano passado, sendo escolhida a empresa EUTV, para a infraestrutura de suporte às telecomunicações.

Segundo o presidente dos Correios, Guilherme Campos, o serviço vai renovar a empresa e colocá-la no mundo digital. “Estamos precisando de retorno neste momento de transformação. O  processo levou sete anos para ser implementado e já estamos com todas as metas ultrapassadas. A previsão era vender 8 mil chips e já chegamos a 15 mil. É um processo planejado e programado para não falhar. Até o até o final do ano estará em todo o Brasil.”

Na próxima semana, o serviço será lançado em Belo Horizonte. Segundo o presidente da EUTV, Yon Moreira, o serviço tem tido um índice de reclamação muito abaixo do mercado. “A receita média por SIM Card no Brasil é R$ 15, mas cada brasileiro tem dois, então a média por pessoa é de R$ 30. O nosso dura o mês inteiro e não bloqueia a internet, WhatsApp grátis não é só para falar com a família, é para trabalhar. O celular é o escritório do profissional liberal. Do pintor, do carroceiro, do taxista. É uma questão de sobrevivência do sujeito.”

Moreira disse que o principal meio de divulgação do serviço será nas próprias agências dos Correios, por onde circulam por ano 100 milhões de pessoas, informou.  Fonte: Agência Brasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário