segunda-feira, 9 de janeiro de 2017

Uber: vereador protocola projeto com vista à liberação do serviço

A polêmica em torno à atuação de carros particulares cadastrados em aplicativos para o transporte remunerado de pessoas — que ficou conhecido com a entrada em circulação do Aplicativo Uber — ganhou mais um capítulo nesta segunda-feira (09/01), em Campos. Isto porque, o vereador Claudio Andrade (PSDC) protocolou, na Casa de Leis, um Projeto de Lei que visa a regulamentação do Uber. O serviço encontra-se suspenso desde a última quarta-feira (04/01) quando foi sancionado pelo prefeito Rafael Diniz, o Projeto de Lei n° 8.742/2017.

Claudio Andrade explica que o primeiro ato parlamentar foi pensando em solucionar a questão de impasse criado no município onde milhares de pessoas se dividem entre a liberação e proibição do Uber. “Entrei com esse pedido em respeito aos consumidores campistas que tem o direito de optar pelo serviço que desejam utilizar”, informou disse Cláudio.

A partir de agora as comissões internas da Câmara — Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), de Transporte e do Consumidor — têm prazo de 90 dias para apresentarem seus pareceres, assim como o Poder Executivo.  As sessões na Câmara retornam na primeira quinzena de fevereiro.

O Uber começou a circular no município no dia 2 de dezembro. O chamado da corrida custa R$ 3. A partir desse valor, o Km custa R$ 1,25 e o minuto da corrida sai por R$ 0,15. O valor mínimo é de R$ 6, segundo o Uber. Ururau

Nenhum comentário:

Postar um comentário