quinta-feira, 5 de janeiro de 2017

Prefeito de Rio das Ostras vai decretar estado de calamidade financeira

O prefeito de Rio das Ostras, Carlos Augusto Balthazar (PMDB), vai decretar estado de calamidade financeira no município. A publicação será feita em Diário Oficial extraordinário. O alcaide afirma que as dívidas giram em torno de R$ 200 milhões, enquanto o orçamento da Prefeitura é de R$ 460 milhões, mas só a folha de pagamento de pessoal custa R$ 285 milhões.

Balthazar vai anunciar uma série de cortes em entrevista coletiva às 9h desta quinta-feira (05/01). Redução no número de secretarias; corte de, no mínimo, 30% do quadro de pessoal; diminuição nos gastos de energia elétrica e combustível estão entres as medidas.

O prefeito formou um Gabinete de Gerenciamento de Crise que irá atuar, inicialmente, por 120 dias para acompanhar as ações de redução de gastos que serão efetuadas pelos órgãos da administração municipal.

“Medidas emergenciais precisam ser tomadas para que possamos resgatar as condições de administrar a cidade. Assumi a prefeitura com um orçamento comprometido em 70% com folha de pagamento. Vamos dar um fim nisso”, afirmou o prefeito.

DESPERDÍCIO - Uma auditoria inicial realizada na Secretaria de Saúde já detectou um prejuízo superior a R$ 2 milhões em medicamentos que perderam a validade.

Além disso, apesar de a folha de pagamento da Saúde estar em torno de R$ 93 milhões, faltam médicos e outros profissionais nas unidades municipais. Fonte: Jornal Extra

Nenhum comentário:

Postar um comentário