segunda-feira, 30 de janeiro de 2017

A Secretaria de Meio Ambiente iniciou um mutirão em Gargaú

A Secretaria de Meio Ambiente iniciou um mutirão com a Secretaria de Obras, para troca das lâmpadas queimadas e podas de árvores em Gargaú. Atualmente, existem solicitações pendentes de pontos queimados no município. Alguns, inclusive, sem resposta desde do ano de 2013, e sem qualquer resposta ou retorno a população. 
A proposta é seguir com o mutirão para reduzir os pedidos em atraso e atender as novas solicitações no prazo mais curto possÍvel. “A orientação da prefeita Francimara é acelerar o atendimento às solicitações. Nossa meta é melhorar a qualidade dos serviços públicos oferecidos a população”, afirmou o secretario de Meio Ambiente, Defesa Civil, Ilzomar Soares Filho.

Poda de Árvores, para evitar que galhos ou troncos caiam nas vias, calçadas ou em cima de veículos, Temos casos de árvores cujas raízes são cortadas pelo munícipe em uma reforma de calçada, por exemplo. A árvore é um ser vivo que age de forma inesperada e está suscetível. Uma árvore molhada pela chuva fica mais pesada e, se ela perdeu o centro de equilíbrio ou a instabilidade, vai reagir e cair.
“A poda segue uma série de diretrizes e não é feita de qualquer maneira, assim como a remoção. 

Temos casos de munícipes que abrem um SAC pedindo a remoção de uma árvore por simplesmente não gostar dela. Toda árvore é um bem de interesse público, então é importante abrir um SAC que seja procedente, até para as equipes e os engenheiros não serem mobilizados [sem necessidade] e uma árvore que precisava de remoção ou poda não ser atendida”, afirmou o secretário. Fonte: Comunicação - SFI

Nenhum comentário:

Postar um comentário