quinta-feira, 12 de maio de 2016

Impeachment é 'maior das brutalidades', afirma Dilma

A presidente afastada Dilma Rousseff manda beijos para apoiadores durante sua saída do Palácio do Planalto, em Brasília (Foto: Ueslei Marcelino/Reuters)Após ter sido intimada sobre a abertura de processo de impeachment no Senado, a presidente afastada Dilma Rousseff fez um pronunciamento de 14 minutos nesta quinta-feira (12) no Palácio do Planalto no qual classificou a decisão como "a maior das brutalidades que pode ser cometida contra um ser humano: puni-lo por um crime que não cometeu".

Ela voltou a classificar o processo de impeachment de “golpe” e afirmou que não praticou nenhum crime. Disse que o que “está em jogo” é o “respeito às urnas” e acrescentou que tentam “tomar à força” o seu mandato, que, segundo ela, é alvo de “sabotagem”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário