sábado, 23 de abril de 2016

Campista é uma das vítimas do desabamento de ciclovia

ronaldo severino - ciclovia
O gari comunitário Ronaldo Severino da Silva, de 60 anos, é uma das vítimas do desabamento da ciclovia Tim Maia, na última quinta-feira, no Rio.

De acordo com matéria do jornal Extra, Ronaldo era campista e morava na Rocinha há mais de 30 anos.

— Nascemos em Campos e vivemos na Rocinha durante 30 anos. Era um cara bem querido na comunidade e essa é uma notícia que te tira do chão. Parece que a ficha ainda não caiu. Quando a gente sai de casa, bate de carro ou infarta e morre, parece normal. Mas, quando você morre numa situação dessa é complicado. Esses são os engenheiros que temos por aí, com obras das Olimpíadas dando defeito. Uma construção faturada em de R$ 45 milhões e que leva vidas. Agora, não é a família que tem ir atrás dos direitos, é a Prefeitura que tem que ir a eles — revolta-se o primo de Ronaldo, o taxista Ernani Silva, de 60 anos.

O corpo foi enterrado às 11h deste sábado no Cemitério São João Batista, em Botafogo, na Zona Sul do Rio. Além dele, morreu também o engenheiro Eduardo Marinho de Albuquerque, 54 anos. Fonte: Folha da Manha

Nenhum comentário:

Postar um comentário