segunda-feira, 18 de abril de 2016

Câmara aprova processo de impeachment de Dilma, que segue para o Senado

Parlamentares votam a admissão do processo de impeachment na Câmara dos Deputados Foto: Ailton de Freitas / Agência O Globo
O plenário da Câmara dos Deputados aprovou, em sessão especial neste domingo, o procedimento de impeachment contra Dilma Rousseff. O voto decisivo, de número 342, foi dado pelo deputado Bruno Araújo (PSDB-PE), às 23h07m. Ao todo, 511 parlamentares participaram da votação, que começou com deputados cantando o Hino Nacional. Às 20h, quando o placar da votação chegou a 195 votos a favor, o governo admitiu a derrota, conforme antecipado pelo Blog do Moreno. Às 20h35m, coom 272 votos a favor, auxiliares da presidente diziam que todos os esforços serão centrados no Senado, já que a Casa pode ser mais sensível ao mérito do impeachment, as pedaladas fiscais. Às 22h, o líder do governo na Câmara, José Guimaraes (PT-CE) reconheceu a derrota:

 — Os golpistas venceram na Câmara. Vamos continuar lutar na rua. Podemos reverter no Senado.





Nenhum comentário:

Postar um comentário