segunda-feira, 28 de março de 2016

Energia limpa cresce na região

Pela primeira vez na história, a capacidade de geração de energia eólica ultrapassou a energia nuclear. Esses dados foram anunciados pelo Global Wind Energy Council, pela World Nuclear Association e outras associações ligadas ao setor energético, no mês passado. De acordo com as entidades, a geração de energia eólica global atingiu os 432.42 GW no final de 2015, enquanto a capacidade nuclear ficou em 382.55 GW. No Norte Fluminense, o Parque Eólico de Gargaú, representa o Sudeste na projeção mundial. Na prática, a concessionária Ampla também vem testando energias renováveis em um projeto em Búzios chamado de Cidade Inteligente, com energia eólica e solar.   

A energia eólica cresceu 17% em 2015. Os novos parques eólicos representaram 63.01 GW em 2015, o correspondente a 60 reatores nucleares.

A China, por sua vez, lidera o mercado global de energia eólica, com 145.10 GW de capacidade. Destes, 30.50 GW foram instalados em 2015 — metade do total global. O New Europa diz que o país asiático ultrapassou a União Europeia na geração de energia eólica. Ainda assim, 80% da eletricidade da China ainda é gerada pelo carvão.

Os Estados Unidos são o segundo maior produtor de energia eólica, com 74.47 GW, seguidos da Alemanha (44.95 GW), Índia (25.09 GW) e Espanha (23.03 GW)Fonte: FManhã

Nenhum comentário:

Postar um comentário