sábado, 13 de fevereiro de 2016

Incêndio em P-20 poderia ter atingido a área de entrada dos poços na Plataforma

A ocorrência de um incêndio ocorrida nesta sexte-feira,12, em P-20, localizada no Campo de Marlim foi denunciada pelos trabalhadores no final da tarde. Segundo eles, a solda estava sendo executada no piso 400, quando irradiou calor para a cobertura do teto da zona 315, da cabeça dos poços. A cobertura do teto pegou fogo, mas as chamas foram debeladas através de atuação da válvula de acionamento remoto de combate a incêndio (ADV) e extintores. Ninguém se feriu.

 O incêndio ocorreu durante a troca de turma por volta das 16 h, e o pessoal que tinha acabado de embarcar não teve tempo de fazer o briefing, indo direto assumir a brigada ou para os pontos de reunião.

 Relatos dão conta de que o fogo poderia atingir rapidamente a chegada dos poços e acarretar um acidente de grandes proporções na unidade, se os trabalhadores não atuassem rápido.

 A gerencia da Petrobrás questionada pelo sindicato alegou que foi um "princípio" de incêndio na chapa onde estava sendo realizado serviço a quente, que foi debelado com extintor e não houve acionamento de alarme.

 A plataforma de P-20 vem demonstrando, há alguns anos, que está preste a protagonizar uma tragédia com diversos erros de gestão em relação à segurança da unidade. Os trabalhadores denunciam insistentemente o seu sucateamento. Fonte: SindipetroNF

Nenhum comentário:

Postar um comentário