segunda-feira, 25 de janeiro de 2016

Impeachment do governador é protocolado

Três servidores do Judiciário protocolaram, na Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), pedido de impeachment contra o governador Luiz Fernando Pezão (PMDB). O pedido é baseado em matéria sobre a mudança da data de pagamento dos servidores. Agora, a Procuradoria da Alerj vai dizer se admite ou não o pedido, apresentando um parecer formal ao presidente da Casa, Jorge Picciani (PMDB).

Assim como aconteceu no caso do pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT), apenas o presidente da Casa pode admitir o processo, que seguiria para uma Comissão Especial formada por deputados estaduais. De acordo com a assessoria de comunicação da Alerj, os servidores do Judiciário protocolaram o pedido como pessoas físicas — os nomes deles não foram divulgados. O governador informou, por meio da assessoria de imprensa, que não vai comentar o assunto.

Sem dinheiro — Na última semana o jornal “O Dia” publicou matéria informando que o governo estadual prevê que não terá recursos para pagar até o fim do mês os salários de janeiro de funcionários do Judiciário e do Ministério Público.

Nenhum comentário:

Postar um comentário