terça-feira, 6 de outubro de 2015

'Teresina foi a gota d'água', diz ex-empresário do Calypso

O empresário Claudio Melo confirmou nesta terça-feira (6) que não é mais responsável pelo agendamento dos shows da banda Calypso. Segundo Melo, a empresa A3, que agenciava a banda, já estava programando encerrar o contrato com o grupo, mas o rompimento foi antecipado após a apresentação em Teresina no sábado (3), quando Chimbinha deixou o palco após sua ex-mulher Joelma se recusar a dançar.

Segundo o empresário, a decisão não foi apenas sua, mas de toda a equipe da empresa. "Esta confusão já deu muito desenrolar, e nós temos muito o que fazer. Teresina foi a gota d'água. A empresa saiu da agenda de shows", disse Melo. "A parte pessoal, o emocional da separação [de Joelma e Chimbinha], afetou o profissional", afirma.
Ainda de acordo com o ex-empresário, um dos motivos para o seu afastamento é a amizade que ele tem tanto por Chimbinha quanto por Joelma. "Sou amigo deles há muito tempo, desde quando não havia Calypso, então para não me desgastar com um ou com outro decidi me afastar. O que é uma pena, porque eu acredito demais no Calypso. É um produto consolidado, que não precisa mais se provar", disse.

'Gota d'água' - O momento que o empresário considera 'gota d'água' foi a apresentação do sábado (3), quando Chimbinha tocou com a banda Calypso, mas deixou o palco após a ex-mulher se recusar a dançar. O músico deu início ao show tocando sozinho no palco, enquanto Joelma cantava nos bastidores. Ela só entrou no palco durante a quinta música, chamada "A lua me traiu", e apenas cantou de cabeça baixa, sem executar as coreografias.

Nenhum comentário:

Postar um comentário