sábado, 8 de agosto de 2015

Encontro com pai de santo ajudou polícia a encontrar Playboy

A informação de que Celso Pìnheiro Pimenta, o Playboy, de 33 anos, iria se encontrar com um pai de santo neste sábado (8) foi essencial para que policiais federais levantassem a localização do bandido, morto em operação conjunta da corporação com a Polícia Civil e a PM. A polícia Federal descobriu que ele estaria na comunidade para o encontro, e monitorou outros endereços  próximos onde o traficante poderia estar.

O bandido levou um tiro no peito e outro na perna. Segundo a polícia, ele reagiu após ser encontrado na casa da namorada, no Morro da Pedreira, Zona Norte do Rio.

Playboy ganhou esse apelido porque foi criado em Laranjeiras, na Zona Sul do Rio, numa família de classe média. Ele tinha trinta e três anos. A polícia diz que, aos 16, já era bandido.

Nenhum comentário:

Postar um comentário