sexta-feira, 17 de julho de 2015

Beijo romântico não é prática universal, diz estudo

O primeiro beijo é um marco na vida amorosa ou sexual das pessoas. Verdadeiro? Nem sempre. Um estudo publicado na revista “American Anthropologist” revela que em algumas culturas o ato de beijar alguém não é sequer uma prática e muitas vezes pode ser visto até como algo nojento.

Segundo o estudo, o beijo da maneira “convencional”, ou seja, sexual ou romântica, só é encontrado em menos da metade (46%) das 168 culturas estudadas. Na América Central, 100% das 31 culturas estudadas não apresentavam esse tipo de prática. Os cientistas destacam porém, que, mesmo nessas regiões, em locais urbanos os beijos acontecem. O continente foi seguido pela África, onde 87% das 31 culturas não enxergam o beijo dessa forma.

Na América do Sul, a taxa de culturas que não utilizam o beijo como uma prática sexual ou amorosa chega a 81% dos povos analisados. Um exemplo são os índios da tribo Menihaku, na região amazônica, que enxerga o ato com repulsa. O Globo

Nenhum comentário:

Postar um comentário