quarta-feira, 20 de maio de 2015

Algumas maneiras de estragar seu passeio em trilha - parte 2

Usar calçados fracos ou de plástico - Quem pretende embarcar nessa aventura deve também prestar atenção aos calçados. Sapatos de plástico escorregam em pedras, enquanto os pouco resistentes podem deixar a pessoa na mão antes do fim da trilha.
Carpenter indica as opções mais fortalecidas, de preferência com sola de borracha, que tenha aderência e não machuque os pés.

Não levar água - Hidratação é algo importantíssimo em qualquer trilha, independentemente do clima. Por isso, é uma cilada não levar pelo menos um litro de água para beber. “Evite bebidas açucaradas, pois estas têm maior tempo de absorção pelo organismo”, afirma o professor. Ele também afirma que, em caminhadas de mais de uma hora de duração, é válido levar também um isotônico para qualquer emergência. 

Encher a mochila de coisas inúteis e pesadas - Não adianta levar mil e um objetos para a trilha, pois eles só irão fazer peso sobre as costas e dificultarão a caminhada. Por isso, na mochila devem ser colocados somente itens leves e práticos, como um canivete, kit de primeiros socorros, protetor solar, um saco para colocar lixo, uma camiseta e um par de meias extras. 

Não levar identificação ou contato de emergência - Por mais que não se queira pensar na possibilidade de algo mais grave acontecer, é importante estar preparado até mesmo para estas situações. De acordo com o professor, é importante deixar um documento e contato de emergência em algum bolso, para que, caso você perca a consciência por qualquer motivo, o resgate saiba quem você é e possa saber a quem chamar.“Levar celular também é importante, contudo, lembre-se de que o aparelho pode não funcionar, dependendo da localidade”, afirma. Fonte: Exame.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário