sexta-feira, 6 de março de 2015

Duas pessoas são presas após estudante morrer por excesso de álcool

Dois organizadores da festa Inter Reps Bauru 2015 foram presos após um estudante morrer e outros três ficarem internados em estado grave por ingestão excessiva de álcool. Segundo a Polícia Civil, Humberto Moura Fonseca, de 23 anos, aluno de engenharia, entrou em coma alcoólico depois de beber cerca de 25 copos pequenos de vodca e morreu no sábado em Bauru, interior de São Paulo.

A festa realizada em uma chácara, era uma competição que, segundo a divulgação dos organizadores, tinha objetivo de integrar e divulgar as repúblicas de estudantes da cidade. Os cartazes anunciavam a realização de competições como escolha da miss, cabo de guerra, truco, doação de sangue, além de três com uso de bebidas: Maratona, Beer Pong e circuito alcoólico, onde ganhava quem conseguisse beber mais.

Foi nesse circuito que, segundo a polícia, Fonseca tomou cerca de 25 copos pequenos de vodca em meia hora. O ganhador da competição, que está na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) em estado grave, teria tomado 30.

— Cada representante de cada república inscrita tinha que virar um copo de 50 ml de vodca o mais rápido possível. Ganhava quem ficasse em pé. Foi quase um litro de vodca pra cada um em meia hora — afirma o delegado Mário Henrique de Oliveira Ramos, que cuida do caso.Além do jovem, outras sete pessoas passaram mal por beber excessivamente na festa, que era open bar; e três ainda estão internadas em estado grave na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do município: Juliana Tibúrcio Gomes, de 19 anos, Gabriela Alves Correa, de 23, e Matheus Pierri Carvalho.

Segundo a polícia, a festa não tinha alvará nem estrutura para atendimento médico. Cerca de mil pessoas estavam na festa. A Polícia Militar foi chamada após seis pessoas entrarem em coma alcoólico no local.

Nenhum comentário:

Postar um comentário