quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015

Rodovias registram movimento

As rodovias estaduais e federais que cortam o interior do estado do Rio de Janeiro tiveram movimento intenso durante todo o dia nesta terça-feira (17), último dia de Carnaval. De acordo com a Autopista Fluminense, concessionária que administra a BR 101, e a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o movimento começou a ficar mais intenso a partir do meio dia. O reforço na operação de atendimento ao usuário começou na última quarta-feira, dia 11, e segue até a noite do próximo domingo, dia 22. Duas pessoas morreram em dois acidentes distintos em dois dias de carnaval, nas rodovias que ligam Campos a municípios vizinhos. O primeiro caso aconteceu na tarde do último sábado, dia 14, na BR 356, em São João da Barra. Já o segundo ocorreu na noite de domingo, dia 15, na localidade de Pingo D’Água, em São Francisco de Itabapoana.

De acordo com a assessoria da Autopista Fluminense, poderá haver trânsito intenso até o próximo domingo, dia 22, dependendo das condições climáticas nas regiões mais procuradas para o período, como Cabo Frio, Búzios, Arraial do Cabo e litoral sul capixaba. Para esta quarta-feira (18), a concessionária prevê que 127 mil veículos cruzem o trecho sob concessão, em horários distintos, durante todo o dia.

Para a PRF, os motoristas que optarem em retornar neste domingo, o trânsito deve ficar mais intenso, a partir das 16h. Os agentes federais ressaltaram que câmeras de monitoramento via CFTV (Circuito Fechado de TV) atuam com a emissão de autos de infração, conforme a Resolução 471 do CONTRAN, publicada em 18 de dezembro de 2013.

Os motoristas que retornaram das praias do litoral de São Francisco de Itabapoana e São João da Barra, em direção a Campos, na tarde de terça, elogiaram a conservação e sinalização das estradas. O empresário Nilson Souza, 56 anos, disse que a presença de policiais nas estradas, mesmo que seja somente a viatura, inibe as infrações, que, por muitas vezes, estragam o feriado. “As pessoas tem pressa de chegar ao seu destino, mas esquecem que há outras vidas nas estradas, com o mesmo desejo. Fiquei satisfeito com a fiscalização na estrada, e isso garante a nossa segurança nos deslocamentos”, finalizou. Fonte: Folha da Manha

Nenhum comentário:

Postar um comentário