domingo, 22 de fevereiro de 2015

Livre-se dos rancores

O Mensagem de Fé deste domingo, abordará um assunto que, na maioria das vezes, é tido como uma grande barreira a ser derrubada: o rancor. 
Guardar rancores adoece, amargura e apodrece o espirito. Guardar rancores separa grandes amores e destrói grandes amizades. Guardar rancores acaba com seu entusiasmo. Estando voce certo ou nao, a unica saída é o perdao, que lava a alma e devolve a motivaçao e a alegria de estar novamente bem pertinho de seu companheiro, amigo ou irmao.

Guarda rancores quem já caiu na armadilha do orgulho, quem - por descuido - deixou coisas preciosas guardadas no meio do entulho, jogadas ao vento, sem pensar que mais tarde ciria no arrependimento, restando para si apenas o lamento.

Mas quem deixa o rancor de lado já está pensando fora do quadrado, numa sociedade de coraçoes gelados, em que o errado virou certo e o certo virou errado. Por isso, nao se deixe levar pelo pensamento alheio, seja forte, independente do meio, assuma sua propria identidade de peito aberto, em busca de reconstruir o que ja parecia morto e perdido, trazendo para perto até quem lhe fez se sentir iludido, mesmo que tenha sido de propósito ou por um simples mal-entendido.  Deixe o rancor de lado. Deixe o orgulho de lado. Texto de Flavio Augusto - empresário.

- Deus é o centro de tudo isso! Em um tempo nao muito longe, eu vivi uma experiencia pessoal, onde um dia depois de um retiro de igreja, eu coloquei na cabeça que eu deveria pedir perdao a cinco pessoas, daquele mesmo dia eu fui de encontro a essas pessoas, e mais duas que nao faziam parte da lista foram surpreendidas com a mesma atutide. Moral da história: quem ganhou com tudo isso foi meu espirito e alma. Eu nao tinha mais onde depositar tanta felicidade e sensaçao de leveza. Deus é, e sempre será a base de tudo em nossa nossa!

Reflita no texto acima e faça deste domingo e da semana que virá, momentos de renovo em sua vida com atitudes simples: eliminar os rancores e pedir perdao! Deus os abençoe!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário