quinta-feira, 9 de outubro de 2014

PT declara apoio a Pezão, Lindberg à Crivela

“Sem o PT, senti que estava faltando algo de mim”, declarou o governador e candidato Luiz Fernando Pezão (PMDB), durante encontro de ontem no Rio de Janeiro, quando nove dos 10 prefeitos do PT no estado, sete deputados — dois federais e cinco estaduais — e 20 vereadores petistas aderiram à campanha do peemedebista no segundo turno. Em Campos, o diretório municipal decidiu que seus filiados ficarão livres para apoiar qualquer candidato, como foi o posicionamento estadual, mas o presidente Makhoul Moussalem disse que vai caminhar com Pezão. Já o presidente do PT fluminense e prefeito de Maricá, Washington Quaquá, e o candidato derrotado do partido ao governo, Lindberg Farias, anunciaram apoio à candidatura de Marcelo Crivella (PRB).

O PT da região também fechou com Pezão no segundo turno, representado por seu vereador em Campos, Marcão Gomes, que teve lugar na mesa principal, junto de Pezão, do prefeito do Rio, Eduardo Paes (PMDB); e pela ex-prefeita de São João Barra, Carla Machado. Em agradecimento, o governador e o prefeito do Rio garantiram que votaram em Dilma no primeiro turno e declararam seu apoio à reeleição da presidente no segundo. Quem também prestigiou o evento foi outro vereador campista, Nildo Cardoso (PMDB).

Na reunião do diretório petista de Campos, pouco depois do encontro realizado no Rio, ficou decidido que todos terão o direito de pedir voto para qualquer candidato que disputa o segundo turno. Foi destacado também que o apoio dos petistas da região e os nove prefeitos do interior, liderados por Rodrigo Neves, que sempre caminhou com Pezão, é uma forma de não dar espaço para o crescimento do Aezão, movimento de apoio ao peemedebista e Aécio Neves (PSDB), fortalecendo o objetivo maior do partido, que é a reeleição de Dilma. Rousseff (PT).

Nenhum comentário:

Postar um comentário