sexta-feira, 16 de maio de 2014

Protestos reúnem 1,3 mil pessoas e fecham ruas no Centro do Rio

Manifestações que se uniram no Centro do Rio de Janeiro nesta quinta-feira (15) reuniram cerca de 1,3 mil pessoas, de acordo com avaliação da Polícia Militar. Durante cerca de três horas, manifestantes fecharam pistas da Avenida Presidente Vargas, uma das principais do Centro, atrapalhando o trânsito. No fim, segundo a PM, uma pessoa foi detida portando um estilingue, uma bola de gude e uma má
scara.

Cerca de 800 professores, que em assembleia na Tijuca, na Zona Norte, decidiram permanecer em greve, caminharam até o Centro, onde havia outras duas manifestações. Uma de rodoviários e outra contra a Copa do Mundo no Brasil, devido aos altos gastos.

Os rodoviários se reuniram na Candelária para discutir sobre uma possível nova paralisação. A decisão foi adiada para terça-feira (20), em nova assembleia, e eles seguiram pela Avenida Presidente Vargas rumo à Central. Ao chegarem, optaram por dispersar. Segundo Hélio Teodoro, um dos representantes dos grevistas, eles não quiseram misturar os dois atos por medo que houvesse violência e movimento dos rodoviários tivesse a imagem afetada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário