sexta-feira, 13 de dezembro de 2013

Maior rede de abortos do Rio movimentava R$ 500 mil por mês, diz delegado

Polícia - A maior rede de execução de abortos do estado do Rio de Janeiro foi presa nesta sexta-feira por policiais da 19ª DP (Tijuca). O grupo atuava em clínicas em São Gonçalo, na Região Metropolitana, Botafogo, na Zona Sul, Bonsucesso e Rocha, na Zona Norte. De acordo com o delegado Roberto Gomes Nunes, da 19ª DP, pelo menos 20 pessoas já prestaram depoimento e uma paciente está internada no Centro de Tratamento Intensivo (CTI) após ser submetida a um aborto.

"É a prisão da maior organização especializada em abortos no Rio de Janeiro", disse Nunes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário