sexta-feira, 1 de novembro de 2013

Oração 0800 e multa


O Ministério Público Eleitoral do Rio de Janeiro ajuizou ação contra Lindbergh Farias e Silas Malafaia por propaganda eleitoral antecipada. A ação tem como base um vídeo feito por VEJA mês passado no culto do pastor em uma igreja da zona Norte da cidade.


No vídeo, Malafaia não cede a palavra a Lindbergh, mas diz que vai orar pelo senador porque o faz por todas as autoridades. Malafaia também elogia o petista por tê-lo defendido em Brasília quando os gays tentaram denunciá-lo por homofobia.

Com a ação, o MP espera receber entre 5 000 e 25 000 reais. Fonte: Veja (Lauro Jardim)

Nenhum comentário:

Postar um comentário