sexta-feira, 29 de junho de 2012

Censo: Igreja Católica tem queda recorde no percentual de fiéis

Maior proporção de católicos é de pessoas com mais de 40 anos - A Igreja Católica sofreu a maior queda no percentual de adeptos no Brasil, entre 2000 e 2010. Segundo dados do Censo 2010 divulgados nesta sexta-feira pelo IBGE, o número de católicos no país caiu 12,2% na última década. No mesmo período, a população evangélica cresceu 44,1%. Esse aumento, porém, é menor do que o detectado entre 1991 e 2000, quando o número de evangélicos aumentou 71,1%.

Os evangélicos, que no recenseamento anterior eram 15,4% dos brasileiros, agora são 22,2% (42,3 milhões). O percentual de católicos caiu de 73,6% (2000) para 64,6% (2010). Mesmo com o aumento da população, a Igreja Católica teve redução inclusive em números absolutos. Em 2000, tinha quase 125 milhões de seguidores. Dez anos depois, apareceu com menos 1,6 milhão de adeptos.
- Ainda assim, dois em cada três brasileiros declararam ser adeptos da religião católica –observa Cláudio Dutra Crespo, da Coordenação de População e Indicadores Sociais do IBGE.

Espíritas é o grupo com educação e renda mais elevados - Um cruzamento entre renda e religião permitiu avaliar que 55,8% dos católicos com 10 anos ou mais viviam com até um salário mínimo, embora evangélicos pentecostais (63,7%) e os sem religião (59,2%) sejam maioria nesta faixa. Entre as classes de rendimento acima de cinco salários mínimos, 19,7% se declararam espíritas. Este grupo religioso possui também a maior proporção de pessoas com nível superior completo (31,5%), além de ter as menores percentagens de indivíduos sem instrução (1,8%) e com Ensino Fundamental incompleto (15%). Fonte: O Globo - Postado por: Paulo Paes

Um comentário:

  1. Oswaldo da Silva Oliveira1 de julho de 2012 14:29

    É o POVO DE DEUS avançando, rumo ao trono do Pai. E conhecereis a verdade e a verdade vos libertará. (João 8:32)

    ResponderExcluir